Biografia

Conheça um pouco da minha história

Claudia Amorim
Claudia Amorim
Claudia Amorim

A cantora e produtora carioca Claudia Amorim iniciou a carreira ainda criança dublando as canções dos filmes dos Estúdios Disney para televisão, em especial, O Clube do Mickey, com direção da cantora Cyva do Quarteto em Cy. Fez parte, ainda na infância, de coros infantis para jingles e spots de rádio e TV.

Anos mais tarde, foi backing vocal de Sandra de Sá e Tavito fazendo shows por todo o Brasil ao lado destes artistas. Participou como vocalista do cd Alma de Leila Pinheiro, na música Animã. Atuou durante cinco anos como vocalista do grupo vocal Cor e Canto.

Decidiu pela carreira solo quando conheceu seu "padrinho musical", Danilo Caymmi que a presenteou com duas músicas para sua estréia como solista, uma delas gravada em seu primeiro cd alguns anos depois desse encontro. Danilo apostou em seu talento. Acreditava que tinha um timbre de voz diferenciado e deveria fazer carreira solo. Claudia seguiu o conselho do amigo e não parou mais.

Em 1998, participou do Projeto Novo Canto que lançava novos talentos no mercado, ao lado do grupo vocal Quarteto em Cy. O seu show foi escolhido para fazer parte de um programa na Rádio JB FM com os artistas que mais de destacaram no projeto. Este projeto também rendeu uma coletânea da qual Claudia faz parte: Novo Canto 98.

1998 é considerado o ano em que Claudia Amorim começou sua carreira solo. Portanto em 2018, a cantora fará 20 anos de carreira com um DVD comemorativo.

Ao longo de sua carreira, Claudia participou de vários projetos importantes de formação de platéia pelo Brasil, a maior parte deles realizados pelo Banco do Nordeste, cobrindo as cidades de Fortaleza, Cariri, Nova Olinda no Ceará e Souza, na Paraíba. Ocasião em que também cantou em Natal, RN. Claudia fez shows no Nordeste Brasileiro por cinco anos seguidos.

Participou dos projetos "Cartão Postal da MPB" , no Centro Cultural Justiça Federal, no Rio de Janeiro; "Projeto Camarote das Artes", da Caixa Econômica Federal do Rio de Janeiro; do "Projeto Cultura Musical", do Centro Cultural Banco do Nordeste; do "Projeto SESC Arsenal", em Cuiabá; "Projeto Música no Metrô", do Rio de Janeiro e do "Projeto Som e Cristal", da Secretaria de Cultura de Petrópolis.

A artista também abriu o show de Tereza Cristina no Circo Voador, no Rio de Janeiro. E foi também no Rio, no lendário Canecão que, em 2007, idealizou e produziu o espetáculo "Chico Buarque e Democracia" para evento comemorativo da Ordem dos Advogados do Brasil RJ. Claudia também cantou nessa homenagem a Chico Buarque ao lado de Quarteto em Cy, Ruy Faria, Chico Faria, Luiz Claudio Ramos, Wilson das Neves, Renato Piau, entre outros.

Os lançamentos de seus dois primeiros cds, Dia Branco e Para Entender as Estrelas, foram realizados em São Paulo ( Teatro Crowne Plaza e Tom Jazz) e no Rio de Janeiro ( Teatro de Arena e Mistura Fina, este último com a presença de Luiz Melodia e Nelson AngelO, artistas convidados do Projeto Festa da Guitarra Brasileira). O cd SEDE foi lançado no Rio de Janeiro no Solar de Botafogo em 2012 com produção de Perinho Santanta e um banda composta por Perinho Santana na guitarra, Joao Bosco, no teclado, Régis Gonçalves na percussao, Marco Tulio, nos sopros, Josias Lishaw no baixo e participaçao especial de Renato Piau nos violões.

Claudia Amorim está no Dicionário de Intérpretes da MPB de Ricardo Cravo Albim, versao impressa e digital.

Suas canções estão disponíveis para venda digital em todas as partes do mundo, do Uruguai ao Japão, através das plataformas digitais.

Duas faixas do seu álbum "...para entender as estrelas" fazem parte da trilha da novela angolana MInha Terra Minha Mãe, produzida e exibida pela TV Pública de Angola.

Em 2009 gravou seu primeiro clipe "Amanha Sai no Jornal" ( Ronaldo Santos e Renato Piau) pela MM Salles, direção de Maurício Salles e produção de Bruno Pacheco. Com Renato Piau e Perinho Santana.

Foi "artista do mês" da Rádio JB FM em 2010 com a sua gravação de Sem Mais Adeus (Francis Hime e Vinicius de Moraes) e, mais recentemente, em 2016, foi "artista da semana" do Programa Faro MPB da Rádio MPB FM. Participou, ainda, dos Programas Faro, Bar MPB e Papos e Canções da Radio MPB FM.

Fez sua primeira turnê internacional em 2013 participando, a convite do músico Renato Piau, do Festival internacional Fetés de Geneve, em Genebra e do Projeto Smile in Concert, em Stuttgart, na Alemanha. Também levou seu espetáculo à casas de jazz em Paris, como a Cave du Riv 38 e Les Cafes des Sports ao lado do músico Paulo da Luz e da cantora Midahh Borges. Estas apresentações na capital francesa foram produzidas por Brasileiros sem Fronteiras.

Trabalha ao lado do instrumentista e compositor Renato Piau há mais de 10 anos, uma parceria que ja rendeu dois cds, muitos shows, programas de rádio e TV e projetos de sucesso.

Tem 3 cds lançados no Brasil e exterior: Dia Branco( produzido por Lui Coimbra e Patricia Vergara) "...para entender as estrelas" (produzido por Di Steffano e Renato Piau) e SEDE (produzido por Perinho Santana). Este último foi pre-selecionado ao Prêmio da Musica Brasileira 2013, maior premiação do gênero no Brasil. Também foi escolhido um dos 100 melhores cds do ano pelo site Embulhador. Colecionou críticas muito positivas e destaque em programas de rádio e Tv pelo Brasil. SEDE foi produzido e arranjado por Perinho Santana e teve Luiz Claudio Ramos, arranjador e diretor musical de Chico Buarque, como arranjador convidado. Renato Piau faz participação especial neste cd.

Realizou vários shows de divulgação do álbum SEDE, com destaque para o Espaço MPB no Shopping Cittá América no Rio de Janeiro, promovido pela Rádio MPB FM, além do espetáculo feito em Florianópolis no Teatro Alvaro de Carvalho e o apresentado no SESC Teresópolis.

Rádios no Japão ( Rádio Shiga ) e na Alemanha (Hora do Brasil) fizeram especiais sobre a carreira da cantora no ano de 2015, todos disponíveis na net.

Seu trabalho mais recente é o clipe This Round is Mine, já no YouTube e nas redes sociais. O single será lançado em breve nas plataformas digitais. Música inédita de Simone Guimarães. Direção de Guillermo Planel, documentarista uruguaio radicado no Brasil, especialista em coberturas dos movimentos sociais civis. No elenco, os atores Paula Frascari, Paulo Roque, que também assina o roteiro, Claudio Gabriel, Maura Mesquita, Natalia Regia e Murilo Sampaio. Argumento de Claudia Amorim com roteiro de Paulo Roque. A produção musical, arranjo, mixagem e guitarras ficaram a cargo do músico JOao Gaspar, com Ney Conceição no baixo e Marco Lobo nas percussões. Masterização de Luiz Tornaghi.

O clipe This Round is Mine foi produzido por Ritme Produções Artísticas e realizado pela Ponte de Equilíbrio Imagens de Guillermo Planel.

Em duas décadas de carreira solo, Claudia Amorim já cantou ao lado de Geraldo Azevedo, Danilo Caymmi, Quarteto em Cy, Simone Guimarães, Wilson das Neves, Luli e Lucina, Renato Piau entre outros.